2ª Edição (Abril 2018)

A 2ª Edição do Moot Court Português de Direito da Concorrência decorreu nos dias 20 a 22 de Abril de 2018, tendo a competição tido lugar no Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão em Santarém, no dia 21. Estiveram presentes 6 equipas: uma equipa da Faculdade de Direito da Universidade do Porto, uma equipa da Faculdade de Direito da Universidade Europeia, duas equipas da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e duas equipas da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.

A final foi disputada entre a equipa da Faculdade de Direito do Porto, composta por: Beatriz Couto, Bruno Cruz, Inês Lopes e Maria Clara Almeida; e uma das equipas da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa composta por: Beatriz Leite, Joana Faria, Martim Farinha e Sara Dias. A equipa da Universidade Nova saiu vencedora e a melhor oradora da competição foi a Maria Clara Almeida.

Testemunhos da 2º Edição

“Tendo participado nas duas edições do Moot Court de Direito da Concorrência já decorridas, faço votos que o evento se prolongue por muitos e bons anos e que continue a merecer o apoio entusiástico de todos os envolvidos. Assim o justifica plenamente a qualidade e o caráter inovador do evento (que muito deve aos seus dois impulsionadores, os Profs. Miguel Sousa Ferro e Francisco Pereira Coutinho) e a altíssima qualidade evidenciada por todos o participantes, dentre os quais cumpre naturalmente destacar os concorrentes. Confrontados com complexos casos interdisciplinares com uma forte componente – mas não exclusiva – de Direito da Concorrência, os concorrentes  têm sabido argumentar com grande vivacidade e sagacidade ao longo das diversas etapas e até ao debate final que encerra cada moot court.” (Professor Doutor Lúcio Tomé Feteira)

“Foi com enorme orgulho que participei na 2.ª Edição do Moot Court Português de Direito da Concorrência, integrando a equipa da Faculdade de Direito da Universidade do Porto. Esta iniciativa vai de encontro àquilo que idealmente deve ser preconizado para um jovem estudante do ensino superior: sensibilizá-lo para a realidade prática da área de estudo, sustentando as suas motivações para que possa ser um profissional bem-sucedido. No que diz respeito ao Direito da Concorrência, esta foi uma oportunidade de ouro para vivenciar uma experiência de trabalho gratificante, num cenário maravilhoso, onde foi muito estimulante interagir com os meus pares e com todos os ilustres intervenientes. Agradeço a toda a organização ter-nos proporcionado um ambiente acolhedor, mas também inspirador de rigor e seriedade, onde as palavras de ordem foram inovação e proatividade. Agradeço mais uma vez o facto de ter sido distinguida com o título de Melhor Oradora da Competição e espero honrar o Direito, aprendendo cada vez mais a fazer o uso jurisprudente da palavra.” (Clara Almeida – Melhor Oradora da 2ª Edição)

Participei na II Edição do Moot Court de Direito da Concorrência, integrando uma das duas equipas da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa. Este foi o terceiro Moot Court em que participei, todavia, não foi igual a nenhum dos demais. Esta competição revelou-se uma experiência extremamente gratificante, em parte pelo excelente trabalho desenvolvido pela equipa de organização. Revelou-se, acima de tudo, uma surpresa: uma paixão escondida pelo Direito da Concorrência. Um traço comum deste tipo de exercícios, é sem dúvida, a necessidade de preparação intensiva do caso, aliado a um mínimo de à vontade de oratória. São exercícios bastante exigentes que acarretam um elevado nível de compromisso com a equipa com quem trabalhamos e obrigam a uma gestão de tempo constante entre o trabalho do caso e o restante trabalho académico. Um Moot Court ensina-nos muito mais do que a investigar sobre matérias desconhecidas, a produzir argumentos que sustentem a nossa posição, a elaborar raciocínios no imediato. Transmite-nos competências pessoais e profissionais indispensáveis no mundo e no meio onde estamos inseridos: a cooperação em trabalho de equipa, o desenvolvimento de métodos de trabalho, o conhecimento pessoal em situações de pressão. Se estás indeciso em participar, não hesites. Será a experiência de uma vida: abrirá portas, dará conhecimento, e proporcionará amizades e laços duradouros. Tenho a certeza que todo o trabalho será recompensado! (Joana Faria – Equipa Vencedora Nova Direito)

 

Fotos 2ª Edição

O caso da 2ª Edição encontra-se disponível aqui.